Animals

A Arte de Keng Lye

Posted on

Algumas obras são tão reais que você só se convence que foi produzido vendo e tocando. É o caso da arte de Keng Lye. O artista que mora em Cingapura, faz desenhos tão ricos em detalhes que é impossível não achar que aqueles peixes estão vivos.

A coleção ‘Alive Without Breath‘ foi feita de camadas e camadas de resina e tinta em potes de madeira, louça e metal para dar a impressão de que os animais são reais. O resultado é surpreendente e de uma beleza singular. Confira algumas obras abaixo:

Screen shot 2014-05-15 at 09.54.08

Screen shot 2014-05-15 at 09.51.46

Screen shot 2014-05-15 at 09.52.47

Screen shot 2014-05-15 at 09.53.05

Screen shot 2014-05-15 at 09.52.19

Screen shot 2014-05-15 at 09.51.18

Veja mais aqui.

via Taxi, Facebook, Flickr, deviantArt

The Aspinall Foundation

Posted on

John e Damian Aspinall via Aspinall Foundation
John e Damian Aspinall via Aspinall Foundation

The Aspinall Foundation criada por John Aspinall em 1984 é uma instituição de caridade britânica com o intuito de proteger e conservar animais selvagens como gorilas, tigres e rinocerontes. John, que já possuía anteriormente dois zoológicos: Port Lympne Zoo e Howletts Wild Animal Park em Kent, Inglaterra, era tido como excêntrico por incentivar a aproximação das relações entre equipe e animais. Após sua morte, seu filho Damian Aspinall passou a administrar a fundação, que já conseguiu restituir mais de 50 gorilas a seu habitat natural sendo 9 deles nascidos e criados nos zoológicos de Kent.

Damian, que cresceu em meio aos animais, tem uma história de vida super interessante. Uma reportagem feita pelo programa 60 Minutes conta um pouco de sua trajetória e o surpreendente reencontro com o gorila Kiwib:

Kwibi foi criado por Damian Aspinall no zoológico Howlettes Wild Animal Park e solto na África quando tinha 5 anos. Damian foi visitá-lo após 5 anos sem contato com humanos em seu habitat.

via Aspinall Foundation, Wikipedia

Mister Finch Textile Art

Posted on

Moths with crystal ball via Mister Finch
Moths with crystal ball via Mister Finch

Animais empalhados são geralmente macabros e remetem a algo triste e assustador. Mas esses sentimentos não tem nada a ver com a arte do talentoso Mister Finch. Apesar de usar a técnica de empalhar, seus produtos são criaturas feitas de tecidos reaproveitados como cortinas antigas, vestidos de noiva e aventais vintage. Ele acredita que dessa forma dá autenticidade e charme a suas esculturas, sendo que cada uma delas já vem com uma história para contar. Com um ar de que saíram dos contos de fadas; os cogumelos, coelhos e insetos de Mister Finch trazem a estética dos sonhos e ilusões. Sobre suas inspirações o artesão comenta:

“My main inspirations come from nature and often I return to certain ideas again and again.
Flowers, insects and birds really fascinate me with their amazing life cycles and extraordinary nests and behaviour.
British folklore is also so beautifully rich in fabulous stories and warnings and never ceases to be at the heart of what I make.
Shape shifting witches, moon gazing hares and a smartly dressed devil ready to invite you to stray from the path.
humanizing animals with shoes and clothes is something I’ve always done and I imagine them to come alive at night. Getting dressed and helping an elderly shoemaker or the tired housewife.”

Seu trabalho pode ser encontrado na Etsy.

via Mister Finch, Juxtapoz

The Wonderland of Katerina Plotnikova

Posted on Updated on

via 500px
via 500px

Fotógrafa russa, 26 anos, Katerina descobriu a fotografia há cinco anos e se encantou com as inúmeras possibilidades que se abriram para ela. Dificilmente o mundo mágico da artista seria possível de outra forma. Em suas palavras ela descreve o ofício:

“Photography has become a part of me. The whole time I could think about to implement a new design. Where can I find a pet deer? How do I get to a chair on the tree? How do I make a swing hanging from the sky?”

Suas modelos aparecem sentadas em cadeiras e camas penduradas nas árvores; usam figurinos que remetem a outras épocas; a iluminação e as cores são bem trabalhadas gerando outras realidades. Suas fotografias são etéreas, místicas, a grande maioria tirada em meio a natureza. Seu último projeto retrata meninas com animais selvagens, suas expressões passando um ar de serenidade.

Vale a pena dar uma olhada no trabalho de Katerina Plotnikova!

via Visual News, 500px

Crocodilo Branco

Posted on Updated on

Image
via Revista Casa e Jardim

Sabemos que existem vários casos de albinismo nos animais. Mas alguns se destacam por sua peculiaridade e beleza. É o caso do crocodilo albino. Segundo matéria da Revista Casa e Jardim apenas o zoológico Protivin, da República Tcheca, é especializado em crocodilos possui dois dos animais.

via Revista Casa e Jardim